Praticidade: sistema arquiva e indexa imagens e edições passadas para buscas na web



Leitor pode resgatar textos antigos, além de curiosidades fotográficas com rapidez e qualidade

Por Marina Diana

No jornalismo dinâmico, o ditado popular "quem vive de passado é museu" não se trata de uma frase irônica, mas, sim, de uma necessidade, uma postura moderna. Isso porque com a gama de informações que a internet produz, ter um acervo grande e, sobretudo, de perfeita acessibilidade é mais do que uma opção, é uma obrigação.

Mas saber como e onde guardar todo o conteúdo produzido num jornal não é tarefa fácil. Problemas como dimensionamento do espaço a ser utilizado, organização do material e a consequente disponibilização do mesmo à equipe de redação são dúvidas frequentes entre os veículos de comunicação.

Entendendo essa necessidade do mercado jornalístico online que a Mundiware criou o Ark, um arquivo digital responsável por arquivar edições, imagens, fotos, textos, entre outros documentos utilizados pela mídia. Esse sistema indexa e organiza todo o conteúdo do jornal em uma base de dados de alta confiabilidade e disponibiliza online esta informação para os usuários. "As edições antigas importamos e indexamos através dos pdfs. Ou seja, se um jornal tem mais de 30 anos, por exemplo, e no passado ele não tinha as edições digitais, é possível digitalizar e importar para o Ark. Assim, esse conteúdo fica disponível para busca textual como no Google", afirmou Emmanuel Ferreira, diretor da Mundiware. Isso significa que há possibilidade de fazer busca especifica por data ou por palavra e, assim, "correr por todas as notícias dada em todos os anos a respeito daquele assunto".

De acordo com Ferreira, o Ark integrado com a edição digital também pode exportar todo o conteúdo do passado para ser disponibilizado para o acervo digital. Isso significa que os leitores podem usufruir deste conteúdo da maneira que achar melhor, seja para pesquisas, comparativos ou curiosidades a respeito da época. "Ou, ainda, saber o que aconteceu no dia em que nasceu, por exemplo. Ou seja, as possibilidades de uso são diversas, mas este conteúdo indexado e disponível para busca tem um valor agregado que não temos como estimar", salientou o especialista.


Imagens

Imagem é sem dúvida muito importante e marcante na memória e ação das pessoas. Ela exerce um poder de influência sobre a percepção e as escolhas, seja em qualquer situação. Também preocupado com essa questão, o Ark é um arquivo não apenas de notícias como de imagens. Isso porque o sistema se transforma em um banco de imagens catalogadas e indexada, com padrão internacional de IPTC (International Press Telecommunications Council). "É importante ressaltar a facilidade de conseguir um bom material do passado em pouco tempo. Ou seja, é uma importantíssima funcionalidade - e essencial, claro - para jornais que contém um bom acervo de fotografia", frisou Emmanuel Ferreira.

Ainda, de acordo com Emmanuel, diferente da maioria dos outros sistemas existentes no mercado, estas imagens são indexadas por um serviço profissional e fica disponível de qualquer computador através de buscas simples ou complexas no navegador como se fosse o site do Google.

"O diferencial do Ark, além da solução integrada, que arquiva automaticamente todo o material produzido diariamente no Elite CS, também importa todo conteúdo antigo de pdfs. Portanto, a solução é centralizada no servidor e fica acessível pela web para buscas de modo simples e prático para o usuário final", cravou Ferreira.


Sobre a Mundiware

Fundada em 1993, no Rio de Janeiro, a Mundiware é uma empresa de tecnologia especializada em sistemas para jornais e no desenvolvimento de soluções sob medida para a otimização das fases de produção. Possui uma expressiva participação no mercado de publicação brasileiro e latino-americano. Há três anos a empresa instalou um escritório em Orlando, nos Estados Unidos. Através da parceria que consegue estabelecer com seus clientes, segue inovando para oferecer sempre um produto de ponta. Conheça os sistemas da Mundiware e abra as portas da sua empresa para o desenvolvimento. 




Mais notícias